Menu fechado

Curso Mediação Educativa em Arte Popular e Afro-brasileira – MCC

O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), por meio do Museu da Cultura Cearense, dá início ao curso “Mediação educativa em arte…

O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), por meio do Museu da Cultura Cearense, dá início ao curso “Mediação educativa em arte popular e afro-brasileira”, que será ministrado pelo artista visual e curador Claudinei Roberto da Silva. O curso será realizado de 28 a 30 de julho (de terça a quinta), em conferência virtual, e será acessível para a comunidade surda, com interpretação em LIBRAS por profissionais da Central de Interpretação de Libras (CIL) do Governo do Estado do Ceará.

O curso será composto de 3 encontros virtuais de 2 horas e dividido em três módulos, com um tema discutido a cada encontro, nessa ordem: “A questão do popular e da arte afro diaspórica nas artes brasileiras”, “Histórico da constituição do Museu Afro Brasil SP e da Bienal Naïfs Sesc, especificidades e diálogos possíveis entre essas instituições e eventos” e “A experiência dos educadores na mediação do acervo permanente e temporário e na produção de conhecimento sobre as realidades abordadas”. Durante os encontros, o ministrante desenvolverá o tema na primeira hora e meia, ficando os 30 minutos restantes reservados para comentários e perguntas dos participantes. As aulas serão ilustradas com imagens e será disponibilizado um guia de referências bibliográficas e afins. Mesmo quem não efetuar inscrições poderá acompanhar as aulas por meio de transmissão ao vivo, no canal do YouTube do Dragão do Mar, mas não receberá os materiais complementares e nem o certificado do curso, que somente será concedido aos participantes inscritos que tiverem participação confirmada durante os 3 encontros.

Sobre o palestrante:

Claudinei Roberto da Silva é artista visual e curador formado em Educação Artística pelo Departamento de Arte da Universidade de São Paulo. Foi bolsista de Iniciação Científica do CNPq, em 2002, e bolsista do “International Visitor Leadership Program” (Departamento de Estado do Governo dos EUA), em 2011. Em 2004, atuou como educador no MAC USP; em 2007, foi vice-coordenador do Educativo da Fundação Bienal (27ª Bienal de São Paulo); em 2009-2010 foi vice-coordenador e coordenador interino dos Núcleos de Educação do Museu da Imagem e do Som de São Paulo/Paço das Artes SP; entre 2010-2013 foi coordenador de Educação no Museu Afro Brasil; 2013-2014, Coordenador Artístico-Pedagógico do projeto “A Journey through African Diaspora”, American Aliance of Museums/Museu Afro Brasil/Prince George African American Museum. Experiências em curadoria de exposições recentes: 2016, co-curador da “13ª edição da Bienal Naifs do Brasil” Sesc Piracicaba São Paulo; 2017-2020, “PretAtitude. Insurgências, emergências e afirmações na arte contemporânea afro-brasileira” para as unidades do Sesc Ribeirão Preto, São Carlos, Vila Mariana, Santos e São José do Rio Preto. Textos críticos publicados nos catálogos das exposições: “Territórios: Arte Afro-Brasileira no Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo”, 2016 e “Histórias Afro-Atlânticas – Antologia 2”, MASP, 2018, entre outros. Tem seu trabalho artístico comentado nos catálogos das exposições “A Mão Afro-Brasileira-Significado da contribuição Artística e Histórica 2010 e a Nova Mão Afro Brasileira 2014” Museu Afro Brasil e Imprensa Oficial do Estado de São Paulo).

Vídeo Módulo 1: https://www.youtube.com/watch?v=zMCW4vbhbFU

Vídeo Módulo 2: https://www.youtube.com/watch?v=ShpHiuoYgkA

Vídeo Módulo 3: https://youtu.be/dOKScjOa2Js

Para acessar o canal do Dragão do Mar clique aqui